Notícias

Menina de 7 anos morre ao ser picada por escorpião na Bahia

Publicado em 10/12/2014 às 10h23
Menina morreu após ser picada por escorpião em Eunápolis (Foto:  Jackson Domiciano / A Gazeta Bahia)
Menina morreu após ser picada por escorpião em Eunápolis (Foto: Jackson Domiciano / agazetabahia.com)
 

Uma menina de sete anos morreu após ser picada por um escorpião em Eunápolis, sul da Bahia. De acordo com Leiliane Custino da Silva, mãe da criança, o caso ocorreu após a filha dela abrir o guarda-roupa e se deparar com o bicho. Ao ser picada, Gilse da Silva Barreto foi levada para o Hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu e morreu no domingo (7). O sepultamento aconteceu na segunda-feira (8).

Morador mostra escorpião que picou e matou garota (Foto: Jackson Domiciano / A Gazeta Bahia)
Morador mostra escorpião que picou e matou
garota (Foto: Jackson Domiciano / agazetabahia.
com)
 

“Ela foi pegar a roupa da escola no guarda-roupa para eu lavar. Quando abriu, o escorpião subiu no braço dela e picou. Depois subiu mais e picou de novo. Na hora ela gritou de dor, a gente colocou ela no carro e levou para o hospital. Estava vomitando muito, sangrando e sentindo dor. Chegando lá o médico tentou salvar, mas não teve jeito”.

Leilane conta que matou o escorpião que picou a garota e que é comum encontrarem esses bichos no bairro. “Direto eu mato escorpião em casa. Hoje mesmo matei um. Tem um entulho aqui perto e eu acho que vem de lá. A gente está com medo e tem que dormir com a luz acesa”.

Com a morte da filha, ela conta que teme a segurança dos outros quatro filhos, de 3, 4, 7 e 9 anos. “Estamos sofrendo muito. Meu marido está chorando aqui. Ainda vai levar muito tempo para a gente se recuperar”.

Fonte: G1 Bahia

Compartilhar

Prefeitura anuncia programação do Réveillon 2014

Publicado em 10/12/2014 às 10h21
Prefeitura-anuncia-programao-do-Rveillon-2014
 
Repetindo o sucesso do ano passado, a Prefeitura de Irecê preparou um Réveillon inesquecível, com grandes atrações e muita vibração positiva para começar 2015 com a esperança renovada.
 
A programação musical do Show da Virada em Irecê foi montada cuidadosamente para agradar públicos de todas as idades e estilos. Na grade: Cosmic Dust, Gil Vasconcelos, Amor e Vinho, Zé Carlos dos Teclados e Asas Livres, um dos grandes fenômenos do arrocha no Brasil.
 
Tudo isso e mais: show pirotécnico, infraestrutura, segurança e comodidade para ireceenses e turistas. A festa acontece no dia 31, na Praça Clériston Andrade. Venha, traga sua família e comece o ano novo com muita festa, paz e alegria.
 
Fonte: Prefeitura de Irecê
Compartilhar

Mais 45 mil baianos caíram na malha fina do Imposto de Renda

Publicado em 10/12/2014 às 10h20

A Receita Federal divulgou, ontem, o total de declarações retidas em malha fiscal - a chamada malha fina -, após o processamento do último lote de restituições de 2014. Na Bahia, 45.723 declarações ficaram retidas, o que representa 4,8% do total nacional (937.939 declarações retidas). 

Esse quantitativo, na Bahia, se divide em 37.035 declarações com Imposto a Restituir; 7.224 declarações com Imposto a Pagar; e 1.464 declarações sem Saldo de Imposto a Pagar ou a Restituir. 

O principal motivo para a retenção em malha foi a omissão de rendimentos, que ocorre quando o valor do rendimento declarado na Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) é menor do que o informado pela fonte pagadora em Declaração do Imposto sobre a Renda Retida na Fonte (Dirf). Esses casos representam 52% das retenções. 

Em seguida, as despesas médicas aparecem como o segundo maior motivo para retenção, com 20% dos casos. Em terceiro, com 10% das retenções, está a ausência de Declaração do Imposto sobre a Renda Retida na Fonte (Dirf).

Para consultar a situação da declaração, o contribuinte deve usar o serviço “Extrato do Processamento da DIRPF”, disponível na página da Receita Federal na Internet. Quem não tem certificado digital, pode usar o código de acesso que é gerado na própria página. A Receita orienta que o contribuinte verifique se existem “Pendências na Declaração” e leia as orientações sobre quais dados verificar e o que fazer para cada pendência. 

Se de fato houver erros, o contribuinte pode corrigir com uma declaração retificadora. Do contrário, o contribuinte deve agendar data para comparecer à Receita e apresentar a documentação.

Fonte: Correio 24hs

Compartilhar

Taxa de desemprego no terceiro trimestre fica estável

Publicado em 10/12/2014 às 09h39
Taxa de desemprego no terceiro trimestre fica estável, mostra IBGE
Foto: Reprodução
 
A taxa de desemprego no país ficou em 6,8% no terceiro trimestre deste ano, mostrando estabilidade em relação ao segundo trimestre de 2014 (6,8%) e ao terceiro trimestre do ano passado (6,9%). Os dados divulgados nesta terça-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), a pesquisa de emprego do IBGE que abrange todo o país a cada três meses, enquanto a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) investiga as seis principais regiões metropolitanas. De acordo com o levantamento, o nível de ocupação no período investigado foi 56,8%, também permanecendo estável na comparação com o segundo trimestre deste ano (56,9%) e com o terceiro trimestre de 2013 (57,1%).  Entre os meses de julho e setembro deste ano, a pesquisa apontou 6,7 milhões de desempregados no país, contra 6,8 milhões no segundo trimestre do ano, o que significou queda de 1,4% na população desocupada. A Região Nordeste foi a que apresentou a maior taxa de desemprego (8,6%) e a Região Sul ficou com a menor taxa, 4,2%. No período apurado, o desemprego de jovens entre 18 e 24 anos de idade foi 15,3%, bem acima da média total de 6,8%. De acordo com o IBGE, o comportamento foi verificado em todas as cinco regiões do país, com destaque para o Sul (10,2%) e o Nordeste (19,1%). Entre as pessoas com idade entre 25 e 39 anos e de 40 a 59 anos, o desemprego foi 6,4% e 3,4%, respectivamente. A Pnad Contínua do terceiro trimestre de 2014 confirmou que das 92,3 milhões de pessoas ocupadas (69,8%), o número de trabalhadores por conta própria (23,3%) é maior que o de empregados (4,1%) e o de trabalhadores familiares auxiliares (2,8%). A maior concentração daqueles que trabalham por conta própria foi verificada nas regiões Norte (30,2%) e Nordeste (29,4%).
 
Fonte Bahia Noticías
Compartilhar

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 34 milhões nesta quarta-feira

Publicado em 10/12/2014 às 09h37

A Caixa Econômica Federal realiza, na noite desta quarta-feira (10), o sorteio do Concurso 1.660 da Mega-Sena, com prêmio principal estimado em R$ 34 milhões. Ao custo mínimo de R$ 2,50, as apostas podem ser feitas em qualquer uma das 12 mil casas lotéricas do Brasil até as 19h.

Se aplicada em sua totalidade em uma caderneta de poupança, a bolada pode render mais de R$ 205 mil por mês para o sortudo que conquistá-la. Além disso, a Caixa também premia aqueles que acertarem menos de seis dezenas: na Quadra (quatro números acertados) e na Quina (cinco números acertados).

O sorteio ocorre às 20h25, em estúdio na Grande São Paulo.

Fonte Tribuna da Bahia

Compartilhar

Ilhéus promove 4ª Corrida Rústica

Publicado em 10/12/2014 às 09h32

A quarta edição da corrida rústica Desafio Sapê-Olivença será dia 27 de dezembro

A competição, que integra o calendário esportivo do município, tem dois percursos: um de 20 quilômetros (Olivença - Bairro Sapetinga) e outro de 10 quilômetros (Olivença - Parque de Exposições Jackson Seixas Figueiredo).

A largada está prevista para 6h30min e 7 horas, respectivamente. 

A expectativa dos coordenadores do evento é reunir atletas de vários municípios baianos e de outros estados, com idade a partir de 18 anos, nas categorias masculina e feminina.

A inscrição se encontra aberta nas academias SV Fitness (antiga academia Tonus), no Bairro do Pontal, Biofit (em Itabuna) e na Nutrios Suplementos (Rua Jorge Amado, Centro), com taxa de R$ 40.

A entrega do kit aos atletas será no dia 26, no período das 9 até as 19h30.

Fonte: Tribuna da Bahia

Compartilhar

Mensaleiros têm autorização para viajar no período dos festejos

Publicado em 08/12/2014 às 13h06
O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, autorizou o ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) a passar o Natal com a mãe, no interior de São Paulo.De acordo com o Uol, autorizou a viajar de Brasília para a cidade de Mogi das Cruzes, entre 23 de dezembro e 2 de janeiro.
 
A decisão foi tomada na quinta-feira (4), mas só foi divulgada neste sábado (6). Antes de Valdemar, Barroso, responsável pela execução das penas do mensalão, já havia autorizado outros dois mensaleiros condenados a viajarem no final do ano.
 
José Dirceu dividirá os festejos natalinos com a mãe, em Passa Quatro (MG). Delúbio Soares irá para Buriti Alegre (GO), onde moram seus pais. Barroso realçou que a autorização “excepcional” para passar o Natal fora de Brasília não libera os condenados de observar as restrições da prisão domiciliar, o regime que cumprem no momento. Por exemplo: não podem consumir bebidas alcóolicas nem sair de casa entre dez da noite e sete da manhã.
 
Fonte: Bahia Notícias

 

Compartilhar

Nova testemunha envolve avô na morte de Isabella Nardoni

Publicado em 08/12/2014 às 11h17

Um novo depoimento pode mudar os rumos do caso Isabella Nardoni, morta há seis anos ao cair da janela do prédio em que moravam seu pai, Alexandre Nardoni e sua madrasta, Anna Carolina Jatobá.

Funcionária do presídio em que a madrasta está presa declarou ao Ministério Público que o avô paterno de Isabella, Antônio Nardoni, pode ter participação na morte da menina de 5 anos, informou o Fantástico da TV Globo neste domingo (7).

Segundo os promotores do caso, a menina foi asfixiada em 29 de março de 2008 pela madrasta e depois jogada pela janela do 5º andar pelo pai, Alexandre Nardoni. O casal vivia em um prédio na Zona Norte de São Paulo. Dois anos depois, Anna Jatobá foi condenada a 26 anos de cadeia e Alexandre, a 31 anos de prisão. 

A funcionária, que prefere não se identificar, revelou que Anna Jatobá assumiu, em conversa dentro do presídio em 2008, ter batido com violência na menina e contou que o marido Alexandre jogou a própria filha pela janela. “Ela falou que o sogro mandou, orientou os dois a simular um acidente. Eu ouvi da boca dela, olho no olho”, disse a mulher à reportagem. 

Procurado pelo "Fantástico", Antônio Nardoni, negou a acusação com veemência: "Nunca faria isso". "A  gente só tem a lamentar que uma pessoa dessa faça uma coisa dessa para prejudicar quem não está mexendo com ela”, completou. Também ouvido, o promotor do caso, Francisco Cembranelli, disse que o avô chegou a ser investigado na época. “Durante a investigação, havia suspeitas, sim. Porque houve um contato do casal com o pai num momento muito próximo ao crime. Suspeitou-se de participação, mas nós não conseguimos na investigação também trazer responsabilidade para outras pessoas. Por isso, somente o casal foi denunciado.” 

Depoimento é oficial

O Ministério Público garantiu que haverá nova carga de investigações e que se elas evoluírem, é possível que haja um novo júri. A testemunha deu detalhes não só do dia da morte de Isabella, como do cotidiano de Anna Carolina Jatobá em Tremembé e especulou a razão do por que a madrasta de Isabella teria protegido o sogro.

“Com certeza, é pelo silêncio dela. Ela recebe muita coisa de fora. Coisas que outras presas não recebem. Vários tipos de queijos, brincos. O colchão que ela dorme é especial. Foi presente do seu Nardoni para ela. Porque estava dando problema na coluna dela o colchão da penitenciária”, explicou a funcionaria. 

A testemunha pode preencher a lacuna que fez a investigação descartar à época o envolvimento do avô de Isabella. Segundo o relato, Anna Carolina Jatobá teria sido direta e admitido ter matado a enteada; o sogro teria aconselhado, ainda segundo a testemunha, "simula um acidente. Senão, vocês vão ser presos". A funcionária conta, ainda, que Alexandre Nardoni só teria jogado a filha pela janela por pensar que ela já estivesse morta. Quando desceu e atestou que ela ainda vivia, entrou em choque.

Ao "Fantástico", Cembranelli disse que terá que ser apurado se foi usado outro celular de origem desconhecida. "Nós vamos ter que ver agora".

Fonte: Tribuna da Bahia

Compartilhar

Mercado aposta em inflação no limite da meta em 2015

Publicado em 08/12/2014 às 11h01

As perspectivas dos economistas do mercado financeiro tiveram nova piora. As estimativas de crescimento para a economia ficaram menores para este ano e para 2015, e a previsão para a inflação do próximo ano chegou ao limite da meta do governo. Os dados são do boletim Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (8). O relatório é fruto de pesquisa com mais de 100 instituições financeiras.

Para este ano, a expectativa dos economistas para a inflação recuou de 6,43% para 6,38%. Para 2015, no entanto, a estimativa subiu de 6,49% para 6,5%. A meta de inflação é de 4,5%, com tolerância de dois pontos para mais ou para menos. Dessa forma, o teto é de 6,5%.

Em doze meses até novembro, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na semana passada, o IPCA, considerada a inflação oficial do país, ficou em 6,56% – valor que ainda está acima do teto de 6,5%. A meta, porém, vale somente para anos fechados.

Produto Interno Bruto
Para o Produto Interno Bruto (PIB), os economistas baixaram a estimativa de uma alta deste ano de 0,19% para 0,18%. Foi a terceira queda seguida do indicador. Se confirmada, será a menor expansão desde 2009, quando o PIB teve retração de 0,33%. Para 2015, a estimativa de expansão da economia recuou de 0,77% para 0,73%, na segunda redução consecutiva.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o crescimento da economia.

No fim de outubro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a economia brasileira saiu por pouco da recessão técnica no terceiro trimestre de 2014 – quando o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,1% na comparaçao com o trimestre anterior. De janeiro a setembro, a economia teve expansão de 0,2% frente ao mesmo período do ano passado. Já no acumulado em quatro trimestres até setembro, a alta foi de 0,7%.

Taxa de juros
Para a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, que avançou para 11,75% ao ano na semana passada, a expectativa do mercado para o fechamento de 2015, passou de 12% para 12,50% ao ano. Isso quer dizer que os analistas dos bancos esperam uma alta maior dos juros no próximo ano.

A taxa básica de juros é o principal instrumento do BC para tentar conter pressões inflacionárias. Pelo sistema de metas de inflação brasileiro, o BC tem de calibrar os juros para atingir objetivos pré-determinados. Em 2014, 2015 e 2016, a meta central é de 4,5% e o teto é de 6,5%.

Câmbio, balança comercial e investimentos estrangeiros
Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2014 permaneceu em R$ 2,55 por dólar. Para o término de 2015, a previsão dos analistas para a taxa de câmbio avançou de R$ 2,67 para R$ 2,70 por dólar.

A projeção para o resultado da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações) em 2014 permaneceu em um saldo zero na semana passada. Para 2015, a previsão de superávit comercial ficou estável em US$ 6,3 bilhões.

Para este ano, a projeção de entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil permaneceu em US$ 60 bilhões. Para 2015, a estimativa dos analistas para o aporte ficou estável em US$ 58 bilhões.

Fonte: G1 

Compartilhar

Tragédia de Lajedinho completa um ano

Publicado em 08/12/2014 às 10h53

Cenário atual difere em muito do dia em que choveu 120 mm, o equivalente a 3 meses de precipitaçãoCenário atual difere em muito do dia em que choveu 120 mm, o equivalente a 3 meses de precipitação

Neste domingo, 7, véspera de completar um ano  a tragédia natural que se abateu sobre Lajedinho (a 552 km a oeste de Salvador), os moradores desta  cidade da Chapada Diamantina se reúnem para rezar. Trata-se de um ato ecumênico, a partir das 18h, na praça Higino de Oliveira Plínio, a popular Praça de Eventos.

Na memória dos sobreviventes, a madrugada do dia 8 de dezembro de 2013 ainda está muito viva. Foi quando choveu em algumas horas 120 mm (quantidade normal em três meses), causando a morte de  17 pessoas e deixando mais de 200 famílias ao desabrigo.

Relato

Foi uma noite de terror, segundo Arlinda Pereira de Lima, 34 anos. Ela perdeu uma filha, a mãe e um irmão naquela noite. "A gente ouvia as pessoas pedindo socorro, mas não podia atravessar o rio, que estava muito perigoso. As casas foram caindo como dominó, uma atrás da outra" disse sem esconder sua dor.

"Ainda tem um clima de tristeza e, agora que aquela noite completa um ano, voltam muitas lembranças", disse a recepcionista Tatiana Correia Gomes. Entretanto, ela, que é  ministra da Igreja Católica, ressaltou  que a fé dos moradores lhes deu força para trabalhar na arrumação da cidade, "o que estamos fazendo pouco a  pouco", observou.

Para o professor Jorge dos Santos, que mora em Salvador, mas tem familiares em Lajedinho, "a entrega das 231 casas para as famílias desabrigadas pelo temporal está demorando muito. Imagine que muitas destas pessoas perderam entes queridos e também suas moradias. E ainda estão sem a segurança de uma casa própria", reclamou.

Reconstrução

Em maio deste ano, cinco meses após a noite trágica, diversos projetos já estavam prontos. O processo de reconstrução foi dividido em quatro etapas e mais de R$ 17 milhões já foram liberados.

A primeira etapa foi iniciada através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), com a reconstrução do prédio da prefeitura e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), ambos com previsão de conclusão no início de 2015.

O conjunto habitacional com 231 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, em execução na parte alta da cidade e o mais aguardado pelas famílias locais, faz parte da segunda etapa. Conforme o prefeito, a demora neste projeto se deu principalmente por causa da burocracia. Ele explicou que embora o terreno doado por um fazendeiro para a construção das casas fique ao lado da cidade, oficialmente estava em zona rural.

Uma lei municipal transformou a área em  urbana, por exigência da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades, e com acompanhamento do Incra.  "Vamos entregar as primeiras 40 casas na próxima sexta-feira (dia 12) e as demais devem estar prontas até o mês de abril de 2015", afirmou o prefeito.

A urbanização dos arredores do rio e a construção do canal (que passará de 3 m para 20 m de largura, para escoar suas águas no trecho urbano) estão na terceira etapa. As obras têm projeto no Ministério das Cidades, faltando documentos complementares, que estão sendo providenciados, conforme disse o gestor municipal.

Por fim, o Clube Municipal, o prédio do Projovem, o Conselho Tutelar, a Secretaria de Assistência Social e a Farmácia Básica fazem parte da quarta etapa. O início dos trabalhos está previsto para o próximo ano.

Fonte: A Tarde Bahia

 

Compartilhar

MP aciona Estado por falta de remédio contra anemia falciforme

Publicado em 08/12/2014 às 10h51

Os moradores de Mata de São João que precisam de remédios para tratar anemia falciforme estão enfrentando dificuldades por causa da falta de medicação. Há mais de 30 dias, 81 pacientes têm ficado sem o tratamento adequado, o que levou o Ministério Público Estadual a ajuizar ação civil pública, com pedido de liminar para antecipação de tutela, contra o Estado da Bahia.

Segundo inquérito civil instaurado pela promotora de Justiça Luiza Gomes Amoedo, a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) interrompeu o fornecimento do medicamento hidroxiureia à Fundação de Hematologia da Bahia (Hemoba), responsável pela distribuição.

O acionamento do MP partiu após a mãe de uma criança, que necessita dos remédios, denunciar o caso. A Bahia é o estado com maior número de portadores de anemia falciforme no país, com 9.315 pessoas, entre crianças e adultos, em tratamento da doença, segundo informações divulgadas pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), em julho deste ano.

De acordo com nota divulgada pelo MP, Amoedo pede à Justiça que determine, em caráter liminar, ao Estado da Bahia o fornecimento de pelo menos 243 frascos do medicamento em um prazo máximo de cinco dias, contados a partir da decisão, sendo três para cada um dos 81 usuários da comarca.

 A promotora de Justiça solicita também determinação judicial para assegurar a disponibilização regular da medicação a todos que dela necessitarem e a condenação do Estado a pagamento de indenização por danos morais aos usuários, em valor a ser arbitrado pela Justiça.

Segundo Amoedo, o MP notificou o Estado por “sucessivas vezes”, sem que o mesmo se manifestasse. Com base em dados do MS, ela destaca na ação que “de cada 650 crianças que nascem na Bahia, uma possui doença falciforme”. A Tribuna entrou em contato com a Sesab, mas a secretaria informou que ainda não obteve resposta da assistência farmacêutica para saber a situação do município.

Segundo a ação civil, o medicamento é de fornecimento obrigatório pelo Sistema Único de Saúde (SUS), conforme especifica a Portaria 1154/2013 do Ministério da Saúde (MS).

Doença hereditária, a anemia falciforme atinge, principalmente, a população negra. No Brasil, representa cerca de 8% dos negros, mas, devido à intensa miscigenação historicamente ocorrida no país, pode ser observada também em pessoas de raça branca ou parda.

A anemia falciforme pode se manifestar de forma diferente em cada indivíduo, porém, geralmente os sintomas aparecem antes do primeiro ano de vida. Os sintomas mais frequentes entre os portadores da anemia falciforme são as dores nos ossos e nas articulações, provocadas pela obstrução de vasos sanguíneos.

Também é possível notar pele e olhos amarelados, o que pode levar o paciente a confundir com a hepatite. “É importante fazer exames periodicamente e procurar ajuda médica sempre que notar algum sintoma. A anemia falciforme necessita de cuidados especiais, principalmente se diagnosticada em crianças”, alertou a hematologista Tatyane Fraga.

Além disso, também é possível ocorrer pneumonias, infecções, úlceras e aumento no baço, órgão responsável por filtrar o sangue, o que pode levar o paciente à morte.

Compartilhar

Último lote do IR vai mostrar quem caiu na malha fina

Publicado em 08/12/2014 às 10h49

A Receita Federal libera nesta semana consulta ao último lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2014. Os contribuintes que não foram listados devem acessar o extrato da declaração para identificar os motivos que o levaram à malha fina. O documento fica disponível no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

A consulta será disponibilizada na página da Receita na internet . Ela também poderá ser feita pelo telefone 146 ou por meio de tablets e smartphones com os sistemas iOS (Apple) ou Android. O dinheiro será depositado no banco no dia 15.

Todos os anos, a Receita libera sete lotes regulares de restituições - o primeiro em junho e o último em dezembro. Nos meses seguintes, à medida que as declarações em malha são corrigidas, vão sendo liberados lotes residuais.

Pelas normas da Receita, a restituição fica disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet, usando o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001, nas capitais e 0800-729-0001 nas demais localidades. O número 0800-729-0088 é disponibilizado especialmente para pessoas com deficiência auditiva. Nesse contato, o contribuinte pede o agendamento do crédito em conta-corrente ou em poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Fonte: Tribuna da Bahia

Compartilhar

Dilma quer nomes afinados com ela em bancos públicos

Publicado em 08/12/2014 às 10h42

Abaixo da briga partidária pelo loteamento da Esplanada dos Ministérios, uma outra disputa, não menos intensa, é travada pelo comando dos bancos estatais. A indicação dos futuros ocupantes da presidência do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, o primeiro e o terceiro maiores bancos do País, respectivamente, dependerá, principalmente, da afinidade com a presidente Dilma Rousseff. 

O nome da atual ministra do Planejamento, Miriam Belchior, cotado para assumir o comando da Caixa, passou a ser visto no Palácio do Planalto e no próprio banco como a melhor saída justamente com base nesse critério. Ela teria a função de evitar que programas vitrines do governo Dilma tenham o orçamento cortado. Já se teme o enxugamento de verba determinado pela futura equipe econômica sob comando próximo ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Com status de ex-ministra, Miriam teria "peito", na visão desse grupo, para impedir que a restrição fiscal atinja programas como o Minha Casa Minha Vida, que são coqueluches de Dilma. 

A presidente já avisou que não abre mão de ter à frente dos bancos públicos pessoas de sua extrema confiança para colocar em prática suas ideias, mesmo contrariando a área técnica. Um exemplo dessa prática é o programa Minha Casa Melhor, linha de crédito para a compra de móveis, computadores e eletrodomésticos. Por vontade da presidente, a Caixa foi obrigada a bancar o programa, apesar de análises feitas pela área técnica do banco terem alertado que, da forma como foi feito, o programa representa riscos para a saúde financeira do órgão.

Miriam é tratada no PT como "coringa" e outra opção seria colocá-la à frente do Ministério das Cidades, uma das mais disputadas da Esplanada. Além dos petistas, o PSD, do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, o PMDB, com Moreira Franco, e o PP, com Aguinaldo Ribeiro ou o atual ministro Gilberto Occhi, travam nos bastidores uma corrida para ficar com a pasta que tem grande capilaridade política devido aos programas de infraestrutura, habitação e saneamento. 

Outra alternativa seria deixar a Caixa com o petista Jorge Hereda, que conta com o apoio do governador da Bahia e amigo da presidente, Jaques Wagner (PT). No entanto, dentro do próprio banco a avaliação é de que dificilmente ele permanecerá no cargo depois de episódios de muito desgaste, como a manobra contábil feita com recursos de cerca de 500 mil cadernetas de poupança para inflar os resultados da instituição. 

Outra turbulência enfrentada por Hereda foi a corrida às agências da Caixa, em maio de 2013, por causa de rumores sobre o fim do Bolsa Família. O atual presidente da Caixa teria um cargo garantido no ministério que o governador da Bahia for assumir. No caso do Banco do Brasil, a dúvida sobre quem comandará o maior banco brasileiro está entre o atual vice-presidente de Varejo do BB, Alexandre Abreu, e o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Paulo Rogério Caffarelli.Ambos contam com prestígio com a presidente. Para o comando da Previ, o fundo de pensão dos funcionários do BB, que tem participação acionária nas maiores empresas do País, o nome mais cotado é do atual vice-presidente de gestão de pessoas do banco, Robson Faria, filiado ao PT. 

Fonte: Bahia Notícias

Compartilhar

Reajuste da tarifa do pedágio na BR-116 e 324

Publicado em 08/12/2014 às 10h36

Começou neste domingo (7) a valer as novas tarifas dos pedágios nas BR-324 e BR-116, autorizadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A tarifa para a categoria de veículo 1, nas praças de pedágio P3, P4, P5, P6 e P7, mudaram de R$3,10 para R$3,40, enquanto as praças de pedágio P1 e P2 foram de R$1,70 para R$1,90.


Foto: Divulgação

O reajuste faz parte de uma regra anual prevista no contrato de concessão com a ANTT, mas foi levado em conta, ainda, a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do período.

Fonte: Correio 24hs

Compartilhar

2ª parcela 13º salário para aposentados começa ser depositada

Publicado em 25/11/2014 às 08h15

A segunda parcela do 13º salário para os segurados da Previdência Social começa a ser paga na próxima segunda-feira (24), informou o Ministério da Previdência Social na quinta-feira (20).

O pagamento ocorre juntamente com os depósitos dos benefícios referentes à folha de novembro e segue até o dia 5 de dezembro. Ao todo; 27,6 milhões de benefícios terão direito ao 13º salário. Serão investidos R$ 14,4 bilhões nesta parcela da gratificação natalina.

Os depósitos começam nesta segunda-feira (24) para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito.

Os segurados que recebem acima do mínimo terão seus benefícios creditados, a partir do dia 1º de dezembro. A Previdência Social ressalta que o valor a ser depositado sofrerá desconto de Imposto de Renda (IR). 

O contracheque pode ser acessado na Agência Eletrônica, situada na página da Previdência Social na internet, ou nos terminais de autoatendimento do banco em que o segurado recebe o benefício, a partir do dia 24 de novembro.

A folha de novembro vai pagar mais de 32 milhões de benefícios em um investimento de R$ 29,6 bilhões. O valor total da folha, considerando o pagamento da gratificação natalina ultrapassa R$ 44 bilhões.

A diferença entre a quantidade de benefícios da folha e o número de benefícios da gratificação ocorre porque nem todos os segurados têm direito a receber o 13º.

Por lei, os segurados que recebem benefícios assistenciais (LOAS) não recebem a gratificação, o que corresponde a cerca de 4,2 milhões de benefícios. 

Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período.

Fonte: Tribuna da Bahia

Compartilhar

Bahia é 4º maior produtor de abacaxi do País

Publicado em 25/11/2014 às 08h01

Foto: Adilton Venegeroles | Ag. A TARDE
(A Bahia atingiu a produção de 140 milhões de frutos de abacaxi, em uma área de 5.841 hectares)

Pátria do abacaxi (do tupi iuaka'ti , fruta cheirosa) ou ananas, palavra do tupi guarani que significa fruta excelente, o Brasil sempre foi um dos maiores produtores mundiais, disputando desde a década de 1990, a liderança global com a Tailândia.

A produção é mais expressiva na região Nordeste, com destaque para Paraíba e Bahia, respectivamente primeiro e quarto maiores estados produtores nacionais.

Na Bahia, o município de Itaberaba se destaca na liderança de produção, com trabalho cooperativado e uso de técnicas modernas de produção e de comercialização. A produção local mudou a vida dos habitantes e cresceu no mesmo período em que decaiu a produção de Coração de Maria, na década de 1990.

Sabor apreciado

De acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o Brasil é o maior produtor mundial de abacaxi, uma das frutas favoritas da população brasileira. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país produziu 1,5 milhões de toneladas da fruta em 2011.

Neste ano, a Bahia atingiu a produção de 140 milhões de frutos de abacaxi (IBGE, 2013), numa área colhida de 5.841 ha, obtendo um rendimento de 24.012 frutos/ha, pouco abaixo da média nacional de 25.239 frutos/ha. Responsável por 8,9% da produção e 9,3% da área colhida do país , é superada apenas pela Paraíba, Pará e Minas Gerais, maiores produtores nacionais há mais de uma década

A maior produção de abacaxi na Bahia ocorre em municípios da região semiárida, com destaque para Itaberaba, situado a 264 km de Salvador, que em 2011 respondeu por 58% da produção do estado. Segue-se Umburanas (2,2%), Macajuba (1,3%) e Boa Vista de Tupim (1,2%), os dois últimos na região de Itaberaba.

Chapada Diamantina

Domingo Reinhardt, diretor geral da Embrapa Mandioca e Fruticultura, explica que Itaberaba tem 1.500 produtores (90% agricultores familiares) com propriedades de até 5 hectares. O município de 70 mil habitantes e localiza-se na Chapada Diamantina.

A cultura do abacaxi se consolidou na década de 1990 através do trabalho da Embrapa e da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola, ligada à Secretaria de Agricultura da Bahia.

Reinhardt diz que o cultivo exige um investimento alto, mas oferece retorno na mesma proporção. Segundo ele, o investimento inicial é de R$ 25 mil/ha com recomendação de 35 mil plantas/ha para um ciclo de 1,5 ano.

Mas as mudas que custam entre R$ 0,50 e R$ 0,45, no segundo plantio se multiplicam e caem para R$ 0,40 a R$ 0,35 .

Variedades resistentes

Nos últimos anos, a Embrapa lançou três variedades resistentes a pragas: BRS Imperial (2003), BRS Vitória (2006) e BRS Ajubá (2009), resultantes de experiências de cruzamentos realizado ao longo de 20 anos, explica Reinhardt.

A principal doença é a fusarios, causada pelo fungo Fusarium subglutinans. Se espalha pela ação do vento, salpicos de chuva e por insetos que pousam nas inflorescências. Pode provocar perdas com taxas superiores a 80%.

A fusariose ataca praticamente todas as partes da planta, e pode ser decorrente do plantio de mudas infectadas. Estas deverão ser arrancadas e enterradas ou queimadas. Os sintomas são folhas amareladas, com o "olho" aberto e exposição das folhas mais novas.

A prevenção de contaminação se dá pelo uso de mudas de procedência segura e da indução floral, método de controle da época da floração e, assim da colheita, por meio de substâncias químicas reguladores do crescimento vegetal (fitorreguladores). O método é utilizado na Bahia entre abril e julho. Leva 45 dias para surgir a flor e abertura floral, diz Reinhardt.

 

País produz variedades resistentes a doenças e escassez de água

Mas o abacaxi não é apenas um fruto, são muitos. Trata-se de um agrupamento de frutos.

Cada gomo do abacaxi é originado do ovário de uma flor. Como são aglomeradas em um eixo, formam uma estrutura compacta e parecem uma fruta única.

É o que ensina o engenheiro agrônomo e doutor em Biologia Vegetal, Domingo Haroldo Reinhardt, diretor geral da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas. 

Herdeiro da tradição familiar que veio do pai, pioneiro no cultivo e estudo do abacaxi na Bahia, pesquisa a fruta desde a década de 1970.

Juntamente com outros especialistas se debruçou sobre os problemas referentes à criação de frutos mais resistentes a doenças como a fusariose. 

Com o resultado foram realizadas diversas experiência de cruzamento, que também buscaram originar produtos que não mantivessem algumas características consideradas desagradáveis por quem manipula o fruto tradicional, como os espinhos.

Original X Híbrido

O pérola é uma variedade do fruto brasileiro de origem amazônica, só cultivada no Brasil. Suculento e doce, tem baixa acidez e é mais fibroso.

Dentre os híbridos, o mais difundido é o imperial, resultado do cruzamento das variedades perolera e Smooth Cayenne.

Tem polpa amarela, elevado teor de açúcar, excelente sabor e não possui espinhos nas folhas e na coroa.

Resistência

Nas avaliações feitas em várias regiões produtoras do Brasil, o imperial destacou-se por sua resistência à fusariose, dispensando o uso de fungicidas. Entretanto, a vantagem do pérola é sua maior resistência à falta de água.

Após a colheita, o imperial mantém a consistência por até 20 dias, enquanto a variedade pérola deve ser consumida em cinco dias.

Fonte: A Tarde

Compartilhar

Black Friday: como evitar os descontos de mentira

Publicado em 25/11/2014 às 07h55

Black Friday: como evitar os descontos de mentiraUma das datas que mais movimentam o mercado mundial está chegando: dia 28 de novembro, conhecida por Black Friday.

Em outros países, os descontos são realmente muito altos e, por vezes, pode ser uma boa oportunidade de comprar o que estava planejando, antes do prazo estipulado, mas por um preço bem menor.

No entanto, aqui no Brasil, a situação é um pouco diferente e, quem não for atento, pode ter suas finanças seriamente comprometidas.

Muitas lojas prometem proporcionar grandes descontos para os consumidores. Contudo, todo cuidado é pouco, pois, o que se observou em 2013 foi que, na verdade, muitas marcas agiram de forma errada com os clientes, elevando os preços expressivamente alguns dias antes, para, depois, dar os “descontos”.

É importante, então, estar atento nos preços dos produtos já há algum tempo, para que não seja enganado e tenha a falsa sensação de estar economizando. Se realmente houver uma redução, essa será uma ótima chance para quem já sabe o que quer comprar para o Natal, por exemplo. Só não pode deixar que os impulsos das promoções se transformem em endividamento.

“Comprar adequadamente e com bons descontos é um dos principais segredos da educação financeira e da arte de poupar. Mas não recomendo que comprem coisas que não estejam dentro de seu planejamento, pois, normalmente são nos impulsos das promoções e do consumismo descontrolados que as pessoas se endividam”, alerta o educador e terapeuta Reinaldo Domingos, autor das obras Livre-se das Dívidas eTerapia Financeira (Editora DSOP).

E, para quem já se planejou e quer encarar uma maratona de compras, é importante algumas orientações. A principal é ter uma dose extra de paciência. “Muitas vezes, por estarem estressadas, as pessoas compram por impulso, sem pesquisar, e, em função disto, pagam mais”, lembra Domingos.

O educador financeiro também alerta em relação ao consumismo exacerbado. “As pessoas são estimuladas ao consumo e acham que é fundamental gastar mais do que possuem. Assim, para poder arcar com estes gastos, utilizam de linha de créditos, como parcelamentos – que nada mais são do que forma de formas de endividamentos. Isto, em conjunto com outros compromissos já firmados, se torna uma ‘bola de neve’ que leva à inadimplência. Assim, é fundamental educação financeira para que a aquisição de um bem tenha significado e aconteça por meio de reflexão e dentro das reais condições financeiras”, explica o educador.

Veja outros cuidados que devem ser tomados para economizar na hora de comprar na Black Friday:

1) Não compre se para isso precisar se endividar. Parcelamento também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha certeza de que cabe no orçamento.

2) Analise se a compra não trará custos extras para a família ou para a pessoa posteriormente.

3) Antecipe-se à Black Friday, pesquisando os preços dos produtos que deseja comprar para ver se os descontos que darão realmente são interessantes.

4) Faça uma lista detalhada de tudo que pretende comprar e quem deseja presentear e quanto pretende gastar com cada um.

5) Se estiver em situação financeira problemática, e quiser adiantar as compras de Natal, uma dica é priorizar as crianças. Será mais fácil explicar para os adultos o jovens o motivo de não receberem presentes.

6) Utilize a internet como meio de pesquisa, mas cuidado, só acesse e compre em sites confiáveis, crimes digitais são cada vez mais comuns.

7) Prepare-se para ir as compras nas lojas com tempo e roupas confortáveis, além disso é importante uma dose extra de paciência, evitando que se compre rapidamente para acabar com o martírio.

8) Procure, por meio de conversas, saber quais são os reais desejos das pessoas. Muitas vezes se compra coisas caras, sendo que presentes baratos seriam muito mais bem vindos.

Fonte Tribuna da Bahia

Compartilhar

Pesquisa aponta que 62% das rodovias baianas são ‘precárias’

Publicado em 25/11/2014 às 07h51

Pesquisa aponta que 62% das rodovias baianas são ‘precárias’Estudo da Confederação Nacional do Transporte (CNT), para a pesquisa Rodovias 2014, identificou que 62% das rodovias baianas são precárias.

O levantamento analisou condições gerais de pavimentação, sinalização e geometria de 51 estradas na Bahia. Este número corresponde a um total de cerca de oito mil quilômetros de estradas estaduais, federais, transitórias, além de trecho sob responsabilidade de concessionários.

Em todo o estado, 24 trechos foram definidos como regulares, 11 ruins e três péssimas, de acordo com matéria publicada nesta segunda-feira (24), em A Tarde. O estudo identificou também que as melhores rodovias estão no estado de São Paulo.

Fonte: Bahia Notícias

Compartilhar

Vacina contra o HPV irá até dezembro em Meninas de 12 e 13 anos

Publicado em 25/11/2014 às 07h48

Meninas na faixa etária de 12 e 13 anos têm até o fim do mês de dezembro para receber a vacina contra o HPV. A partir de 1º de janeiro de 2015, essa imunização só estará disponível na rede pública para meninas de 9 a 11 anos, e em 2016, só meninas de 9 anos terão acesso à vacina.

Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, essa é a idade preconizada pela Organização Mundial da Saúde. Em 2014, a vacina passou a fazer parte do calendário de imunização, portanto, mesmo as meninas de 11 a 13 anos que ainda não tomaram a primeira dose poderão procurar um posto.

“A menina que fez 11 anos vai ao posto, recebe a primeira dose, seis meses depois, a segunda, cinco anos depois, recebe a dose de reforço”, explicou Chioro, em entrevista à Agência Brasil.

Enquanto 97,7% do público-alvo passaram pela primeira fase da imunização, apenas 49% das 4,9 milhões de meninas na faixa etária tomaram a segunda dose. “Não há proteção sem a segunda dose”, ressaltou o ministro.

Chioro atribui a baixa adesão a três fatores. Primeiramente, essa é uma faixa etária que não tem outras vacinas, então é mais difícil alcançá-la. O ministro também acredita que a estratégia adotada no começo da campanha era mais eficiente - “estados e municípios, que são os responsáveis pela aplicação, levaram a vacina às escolas e aos postos de saúde, mas na segunda ela foi disponibilizada apenas nos postos”.

Além disso, o ministro acredita que algumas meninas ficaram assustadas com a notícia de supostas reações à vacina no interior de São Paulo. “É uma vacina extremamente segura, não era uma reação à vacina, era medo, estresse, não pode ser lido pela população como alguma coisa nociva. O Ministério da Saúde tem absoluta segurança”.

Até 2013, 175 milhões de pessoas foram imunizadas em todo o mundo. A vacina contra o HPV oferecida no Sistema Único de Saúde protege as meninas contra quatro subtipos da doença, entre eles o 16 e o 18, responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero.

“Se todas as meninas se vacinassem, poderíamos ter a capacidade de diminuir em 70% os mais de 5.200 óbitos que tivemos em 2012”, disse o ministro. Os subtipos 6 e 11 são responsáveis por 90% das verrugas genitais e anais.

Fonte Correio

Compartilhar

Um dia após anúncio de reajuste, preço do combustível aumenta

Publicado em 10/11/2014 às 08h20

Após o reajuste no preço de venda nas refinarias da gasolina e do diesel, que passou a vigorar na sexta-feira (7),  o valor repassado para o consumidor aumentou neste sábado (8) em postos de combustível da Bahia.

Em Salvador, o litro que custava e média R$ 3,19, passou para R$ 3,29. O diesel subiu de R$ 2,60 para R$ 2,82. De acordo com a Petrobras, a alta da gasolina nas refinarias será de 3% e, do diesel, 5%. O acréscimo deve resultar em aumento para o consumidor, mas o percentual, no entanto, não é necessariamente o mesmo: o valor do combustível nas bombas depende de determinação dos postos.

Nas demais regiões do estado, o aumento também já é percebido. Em Vitória da Conquista, o preço da gasolina passou de R$ 3,06 para R$ 3,15. O diesel que custava R$ 2,29 passou para R$ 2,39.

Em Feira de Santana, a maioria dos postos, a gasolina não mudou de preço mas o litro do diesel subiu em média de R$ 2,33 para R$ 2,48.

Já em Juazeiro alguns postos aumentaram o preço da gasolina de R$ 3 para R$ 3,15. Já em Barreiras, o litro da gasolina passou de R$ 3,05 para R$ 3,17.

Fonte: G1 Bahia

Compartilhar

Arimo fwB normalcase tsN|bsd left uppercase b03s|Arimo left show fwR bsd b03s normalcase|||image-wrap|login news bsd fwB b01 c05 sbse|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|login fwR||b01 c05 bsd|content-inner||